sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

A Solidão dos Sábios VII

VII
Tens diante de ti a derradeira escolha
Ser, entre os seres, aquele que faz Humanos,
Ser o que mata, escraviza e perpetua enganos.
Estou farto da humanidade,
Do ocidente que pisa estradas e não terra,
Esquecemo-nos que a nossa mãe não tem idade
Mas também se encerra


Não me levem convosco nessa enxurrada,
De destruição já nada
Bate essa moda de ignorar.
Propaguem pestes, inventem sidas,
Nem varíolas, malárias, tuberculoses,
Nem vacas loucas ceifam vidas
Ou são tão contagiosas
Como a mãe adotiva ignorância
Que usamos para contaminar
Todo o ser desde a tenra infância.





In Psicadélico


Já há venda em https://www.chiadoeditora.com/livraria/psicadelico-ou-a-caminhada-no-deserto


E nos locais habituais

Sem comentários:

Publicar um comentário